Cheirar o PUM do parceiro prolonga a vida e evita doenças diz estudo, confira

Pois é, talvez você não, esteje acreditando, mais cheirar os peidos do seu parceiro fará com que você viva mais, descobrem os cientistas.

Não importa se você gosta ou não, de acordo com os cientistas, cheirar os peidos do seu parceiro fará com que você viva mais.

Sim, você leu certo, uma equipe de pesquisadores da Universidade de Exeter descobriu que é bom você inalar os peidos fétidos de seu parceiro, pois os gases neles podem combater doenças.

Então, se você pegar o seu parceiro olhando para você estranhamente hoje à noite na cama, apenas sentado lá esperando, você sabe o porquê.

Surpreendentemente, o gás nos peidos pode realmente reduzir o risco de várias doenças potencialmente fatais, incluindo câncer, derrame e ataques cardíacos.

Segundo os pesquisadores, também foi provado para prevenir artrite e demência na velhice.

Criando um novo composto conhecido como AP39, a equipe da Universidade acredita que isso pode ser a chave para futuras terapias, pois garante que o corpo retenha e produza a quantidade certa de sulfeto de hidrogênio.

Pesquisadores afirmam que este composto pode ser entregue em células-alvo no corpo e colocado no interior.

Quando as células ficam estressadas por doenças, elas extraem enzimas para gerar pequenas quantidades de sulfeto de hidrogênio.

Isso mantém a mitocôndria passando e permitindo que as células vivam. Se isso não acontecer, as células morrem e perdem a capacidade de regular a sobrevivência e controlar a inflamação.

Nós exploramos esse processo natural fazendo um composto, chamado AP39, que libera lentamente quantidades muito pequenas desse gás especificamente para a mitocôndria.

Nossos resultados indicam que, se as células sob estresse são tratadas com AP39, as mitocôndrias são protegidas e as células permanecem vivas.

Segundo os cientistas, a pesquisa mostrou que, se a AP39 é administrada, em modelos de doença cardiovascular, 80% das células mitocondriais do coração sobrevivem sob condições altamente destrutivas.

Os primeiros resultados também mostram que o AP39 pode ajudar a baixar a pressão arterial e também melhorar drasticamente as chances de sobrevivência após um ataque cardíaco, diminuindo o ritmo cardíaco, tornando-o mais eficiente.

A equipe está trabalhando agora para testar o composto em seres humanos.
Esta pesquisa é interessante, mas é claro em seus estágios iniciais, sem conclusões reais sendo feitas.

No entanto, da próxima vez que seu parceiro tiver vontade de peidar, diga-lhe que está fazendo isso com a gentileza do seu coração.

Porquê é muito normal que a gente solte pum. “Isso acontece por duas razões: primeiro, pode ser que junto com os alimentos tenhamos ingerido ar também – e nosso corpo precisa eliminá-lo.

Bom, jogamos fora esse gás através do pum e do arroto. Aquele cheiro desagradável do pum é causado por bactérias que vivem no nosso intestino grosso, e durante a digestão produzem o gás de sulfeto de hidrogênio”.

Todas as bactérias que produzem esse gás malcheiroso são muito necessárias ao bom funcionamento do nosso corpo, e o pum é algo natural e necessário”. Mas devemos ficar atentos, né? Porque soltar gases em público pode ser constrangedor e incômodo.

O ideal mesmo é irmos ao banheiro ou a um local mais afastado. Além disso, é importante ficarmos antenados, pois um volume exagerado de pum pode significar que há algo diferente acontecendo no nosso organismo.Interessante, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Macarrão instantâneo é mais prejudicial a saúde do que você imagina

Água de Coco, acelera o metabolismo, e ainda é antienvelhecimento