Comer bacon todos os dias aumenta o risco de câncer no intestino, diz médico

Talvez você e um daqueles que adoram aquele X bacon, pizza de bacon, batata com muito bacon, pois é, agora você pode ficar em alerta.

Bacon contém muita gordura

As gorduras no bacon são cerca de 50% monoinsaturadas e uma grande parte delas é o ácido oleico.

Este é o mesmo ácido graxo que o azeite de oliva é elogiado e geralmente considerado “saudável para o coração”.

Então, cerca de 40% é gordura saturada, acompanhada de uma quantidade decente de colesterol.

A gordura restante no bacon é 40% saturada e 10% poliinsaturada, acompanhada de uma quantidade decente de colesterol.

O colesterol dietético era uma preocupação no passado, mas os cientistas agora concordam que ele tem efeitos menores nos níveis de colesterol no sangue.

Em contraste, os efeitos na saúde da gordura saturada são altamente controversos. Muitos profissionais de saúde estão convencidos de que uma alta ingestão de gordura saturada é uma das principais causas de doenças cardíacas.

Embora a ingestão elevada de gordura saturada possa aumentar certos fatores de risco para doenças cardíacas, os estudos não revelaram quaisquer ligações consistentes entre o consumo de gordura saturada e doenças cardíacas

Cuidado

No final, os efeitos na saúde da gordura saturada podem depender do tipo de gordura saturada, do contexto alimentar e do estilo de vida geral das pessoas.

Você não deve se preocupar com o alto teor de gordura do bacon, especialmente porque o tamanho típico da porção é pequeno.

Lamentamos dizer que qualquer um que tenha receio de reduzir a ingestão de carne vermelha pode não estar fazendo o suficiente para proteger sua saúde.

Mesmo consumindo quantidades moderadas de bacon, presunto e carne vermelha está ligada ao câncer de intestino, segundo um estudo financiado pelo Cancer Research UK.

Os pesquisadores dizem que as pessoas que se atêm às diretrizes do NHS para o consumo de carne vermelha e processada – 70g por dia – ainda aumentam o risco de câncer de intestino em 20% em comparação com aqueles que comem quantidades muito pequenas do material.

Portanto, mesmo que você tenha reduzido suas porções carnudas a apenas um sanduíche de salsicha e bacon, em vez de um grande fry-up, talvez seja necessário reduzir ainda mais para ver os benefícios para a saúde.

Pesquisa

Todo esse estudo, publicado no International Journal of Epidemiology, analisou dados de 475.581 pessoas com idades entre 40 e 69 anos, seguindo-as por uma média de 5,7 anos. Ao longo da pesquisa, 2.609 dessas pessoas desenvolveram câncer de intestino.

Dentre os pesquisadores descobriram que aqueles que consumiram uma média de 76g de carne vermelha e processada por dia tinham um risco 20% maior de câncer de intestino em comparação com pessoas que consumiam uma média de 21g de carne por dia.

Para aqueles que só tinham carne vermelha, nenhum dos pedaços processados, o risco ainda estava lá – pessoas que comiam 54g de carne vermelha por dia (o equivalente a uma costeleta de cordeiro) tinham um risco 15% maior de câncer de intestino do que aqueles que comiam uma média de 8g por dia.

Apenas para carne processada, o risco de câncer de intestino foi 19% maior para pessoas que tinham uma média de 29g por dia (o equivalente a uma fatia de bacon ou uma fatia de presunto) comparado com aqueles que consumiam uma média de 5g por dia.

Isso sugere que mesmo uma fatia de bacon ou fatia de presunto por dia aumenta suas chances de desenvolver câncer de intestino.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Elimine dor de cabeça com sementes de limão, aprenda

Sua amiga está grávida? Cuidado você pode ser a próxima, diz pesquisa