in

Gastrite nervosa: suas emoções podem afetar seu estômago, veja

A gastrite causada pelo estresse, também é bastante conhecida como dispepsia funcional, é uma condição do nosso estômago que apesar de não causar inflamação do estômago, como quem sofre com a gastrite clássica, e ainda pode causar sintomas como a azia, sensação de queimação no estômago, e a sensação de estômago sempre cheio, e sempre se desencadeia pelas nossas emoções, podemos colocar em questão o estresse, ansiedade e até mesmo nervosismo.

Este problema é curável e pode ser tratado com alterações na sua alimentação e até mesmo medicamentos antiácidos, indicados de seu profissional da saúde, o que ainda ajuda a acalmar a mucosa do estômago para não causar bastante azia.

Vamos ainda ressaltar que é importante controlar os nervos e as emoções em geral, pois essa é uma parte essencial do seu tratamento.

Sintomas principais

Dentre os principais sintomas da gastrite induzida por estresse são dores de estômago e desconforto constante,que podem ainda conter estes sintomas:

Má digestão e arrotos frequentes;

Náusea e sensação de estômago cheio;

Inchaço abdominal e dor

Dor de cabeça e mal-estar;

Perda de apetite, vômito ou vontade de vomitar.

E são esses sintomas que podem aparecer a qualquer momento, mas se intensificam em períodos de estresse ou a nossa ansiedade. E ainda podemos falar que alguns desses sintomas também podem estar presentes em outros tipos de gastrite e confundir o diagnóstico da doença.

Tratamento

Geralmente se é usado medicamentos como Omeprazol ou Pantoprazol, e é sempre aconselhável para o tratamento de gastrite induzida por estresse e deve ser recomendado por profissional médico.

Podemos ainda te ensinar que um ótimo remédio caseiro para gastrite é o chá de camomila, que deve ser tomado apenas de 2 a 3 vezes ao dia para ativar seu efeito calmante. E entre outros remédios naturais à base de plantas calmantes incluem chá de valeriana, lavanda e a flor de maracujá.

Alguns outros exemplos

Medicamentos: Uma pessoa pode precisar tomar remédios para reduzir seus níveis de ansiedade e estresse. Tratar ansiedade e depressão também pode ajudar a reduzir a incidência de estômago nervoso.

Boa meditação: Fazer uma boa meditação pode reduzir a ansiedade e o estresse, melhorando o foco e a atenção plena de uma pessoa.

Se meditar envolve sentar ou deitar em uma sala silenciosa e focar na respiração. Dentre algumas pessoas podem optar por repetir um mantra para ajudá-las a concentrar sua energia e aliviar o estresse. Dar uma pausa de até 10 a 15 minutos por dia para meditar pode ajudar uma pessoa a reduzir os sintomas do estômago nervoso.

Fazer Terapia: Praticar uma consulta psiquiátrica ou até mesmo terapeuta pode ajudar uma pessoa a fazer alterações para reduzir o estresse em sua vida.

E ainda podemos incluir que ninguém pode eliminar completamente o estresse, mas um terapeuta também pode ajudar uma pessoa a identificar maneiras de lidar melhor com o estresse quando o experimentar.

Dieta: Tente evitar alimentos que possam piorar o estado do seu estômago nervoso. Dentre exemplos disso incluem produtos lácteos e bebidas com cafeína, como café, chocolate, refrigerante e chá.

Exercícios: Ao se participar de atividades que ajudem a reduzir o estresse, tente se exercitar, fazer registros em um diário, ler um bom livro, ouvir uma boa música ou até mesmo conversar com amigos, pode ajudar você muito.

Procure usar remédios naturais: Dentre esses remédios se inclui gengibre, que pode ser tomado como chá, mastigado ou como raiz, também existem diversos suplementos a base do alimento.

Quando você bebe um bom chá de hortelã, também pode reduzir os sintomas do estômago nervoso.

Alimentação

Dentre os alimentos recomendados para o tratamento da gastrite induzida pelo estresse são fáceis de digerir e têm um efeito calmante, como a boa carne magra, de modo cozida ou grelhada, um bom peixe, comer legumes cozidos e frutas descascadas. Ainda recomenda-se beber bastante água imediatamente após um ataque de dor e muito mal-estar, com um retorno gradual a uma dieta normal usando temperos naturais e evitando também o leite.

Agora vamos te mostrar alguns alimentos que irritam seu estomago como as carnes vermelhas, cafeina, linguiça, bacon, frituras, chocolate, e a pimenta.

E ainda podemos falar que não fumar e não beber bebidas alcoólicas, chás artificiais, refrigerantes e água com gás também é essencial para evitar novos ataques da gastrite.

Dentre outras precauções importantes não são deitar logo após as refeições, não beber durante as refeições, comer devagar e em locais mais calmos.

 

5 folhas poderosas para turbinar e aumentar a imunidade, veja

Caqui é uma fruta completa de vitaminas, nutrientes, e mais 8 benefícios, veja!