Se você começar a correr, jamais vai querer parar

Olha, vou contar um rápido depoimento antes de começarmos com o artigo, eu não gostava nem mesmo de caminhar, mas por alguns problemas como colesterol alto, e problemas gástricos, o médico me receitou caminhar, comecei bem devagar, fui aumentando os passos. Hoje em dia corro 10 km, por 3 x na semana, e te digo é maravilhoso.

É conveniente

Juntamente com a caminhada, a corrida está entre as atividades de exercícios mais convenientes disponíveis.

Ao contrário de bater o ginásio ou jogar uma partida de tênis, correr é algo que você pode fazer a qualquer hora, em qualquer lugar. “Você pode literalmente ir para fora da sua porta e começar”.

Basta amarrar os tênis e você está pronto para bater na calçada – ou na esteira, na esteira, no estacionamento ou atrás de sua casa.

As opções são infinitas. E você não tem que esculpir precioso tempo sozinho para correr, também. Como observa Verrengia, você pode trazer seu cão com você ou sair com um amigo ou outro significativo.

Correr pode ser um grande benefício para suas metas de perda de peso. A quantidade de calorias queimadas pode variar, com intensidade sendo o maior determinante na rapidez com que você completa uma milha – e quanta gordura você acaba perdendo.

A corrida em estado estável, que atinge 80% da frequência cardíaca máxima, pode ajudar a perder gordura no início, mas para otimizar a perda de gordura a longo prazo, você provavelmente precisará aumentar o ritmo.

Uma vez que você construiu uma forte base de condicionamento físico, o treinamento intervalado é a melhor maneira de queimar gordura sem perder músculos.

Ao contrário da crença popular, a corrida não causa mais problemas nas articulações do que outras formas de exercício – de fato, bater regularmente na calçada pode realmente beneficiar suas articulações.

Assim como ocorre com os músculos das pernas, a corrida pressiona a cartilagem dos joelhos, tornozelos e quadris; o ciclo de compressão e expansão que ocorre durante cada etapa é o que ajuda a fortalecer a cartilagem e os ligamentos ao longo do tempo.

Claro, nem toda a corrida é a mesma. Há muitas maneiras diferentes de aproveitá-lo, cada uma das quais pode servir a um propósito único e fornecer benefícios diferentes.

Corrida

Esta é provavelmente a forma de corrida mais praticada, em parte porque é a mais factível. Kennihan define como rodando a um ritmo suave abaixo de 10 km / h. “Normalmente, aqueles que não gostam de correr ou não competem em nenhuma corrida podem correr apenas uma ou duas vezes por semana e ainda assim obter benefícios para a saúde”, diz ela.

Para pessoas com experiência mínima em corridas, a corrida pode ser uma ótima maneira de começar.

Corrida à Distância

Quando você aumenta seu ritmo acima de 6 mph, você cruza o limiar para o que está tecnicamente funcionando (ao contrário de jogging). E quando você mantém esse ritmo por mais de cinco milhas, você é “de longa distância”.

Embora popular com todas as faixas etárias, Kennihan explica que a corrida de longa distância tende a se tornar cada vez mais atraente para as pessoas à medida que envelhecem e começam a perder fibras musculares de contração rápida.

“Embora não consigamos correr mais rápido [depois de certa idade], ainda podemos correr mais e mais”, diz ela. Verrengia acrescenta que a corrida de longa distância também é uma ótima maneira de aumentar sua saúde cardiovascular. A resistência mental que você obtém como resultado é apenas um bônus.

Corrida

Corrida e distância percorrem as fibras musculares de contração lenta (tipo I), que controlam a resistência.

Alternativamente, o sprint visa as mesmas fibras que o levantamento de peso – suas fibras de contração rápida (tipo II) – e quando executado repetidamente no contexto de um treino, é uma forma de treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT).

“O trabalho de velocidade, ou treinamento intervalado, abrange rajadas de esforço intenso, separadas por períodos de recuperação de corrida, corrida ou caminhada mais lentas”, diz Kennihan.

Esses tipos de exercícios podem ajudá-lo a aumentar sua velocidade, eficiência de corrida e resistência à fadiga, assim como seu poder e resistência muscular, explica ela.

Trabalho de velocidade também é o tipo mais eficaz de treino de corrida para a perda de gordura. Mas, por ser tão exigente fisicamente, só deve ser realizado depois que você já construiu uma forte base de fitness por meio de corridas e corridas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ter um Dog em casa deixa você mais feliz

Senhora de 110 anos diz que o segredo para viver mais é evitar os Homens