Sua amiga está grávida? Cuidado você pode ser a próxima, diz pesquisa

Antes de começarmos tudo, vale a pergunta, é bom ser mãe?

Se eu tivesse que responder a essa pergunta em uma palavra, eu diria “incrível”. É uma palavra que capta não apenas a maravilha espantosa da nova vida, mas também o quanto é chocante ser empurrada para algo tão absorvente.

A primeira semana inteira da vida do meu filho, eu senti como se estivesse vivendo em uma nuvem de felicidade. Onde quer que eu olhasse, havia algo para sorrir, fosse meu precioso bebê, meus doces visitantes, um bem-vindo prato de comida, ou até mesmo minha imagem no espelho.

Eu sei que muitas mulheres lutam com a aparência de seus corpos após o parto, mas tudo em que eu conseguia pensar quando vi minha nova figura era o quão incrível meu corpo era. Meu corpo cresceu um bebê, entregou-o em segurança para o mundo e agora se adaptou para poder alimentá-lo!

Pela primeira vez na minha vida, não me olhei no espelho e desejei estar mais magra ou mais enfraquecida. Em vez disso, acabei de ver uma linda resistência.

A primeira semana também foi cheia de muitos primeiros divertidos. A primeira vez que entes queridos conheceu meu filho. A primeira vez levando-o para casa. A primeira vez que comecei a usar todas as roupas e equipamentos, meu marido e eu passamos meses se preparando para ele.

Pois é, talvez você já deve ter escutados de sua mãe ou vovó que possivelmente quando uma mulher engravida, isso pode ser viral entre as amigas e os familiares da gestante.
Talvez você até já tenha percebido, que quando você ve uma pessoa engravidando, depois de alguns meses, sua amiga, também aparece grávida, pois é foram feitas várias pesquisas e estudos relacionados a isso.

Mas será mesmo que gravidez passa?

Um estudo tem mostrado algumas relações científica que elucida todo o motivo de engravidar, e ser contagiante entre outras mulheres.

O estudo tem dito, que conviver com pessoas que já são pais, ou conviver até mesmo muito com uma mamãe que está esperando um bebê, pode despertar ainda mais uma vontade de ter uma criança para chamar de sua.

Ainda a pesquisa diz que por todo esse efeito na mente da pessoa convivente pode durar até 3 anos e tem explicação.

A faculdade e universidade da Itália, que fez essa recentemente pesquisa, e os resultados indicaram que dentre as mulheres que estabelecem convívio com mães que estejam grávidas também terão risco em engravidar.

Ta com alguém do lado conhecida grávida, vixe, tome cuidado!

Um outro modo ainda de incentivar a amiga que não está grávida ainda, é falar das maravilhas de ser mãe a ela, fazer convivio com essa amiga pode reproduzir que ela não está passando pelo processo de aprender ser mãe sozinha.

É como você e sua amiga ao mesmo tempo estar lendo um ótimo livro, e ambas irem discutindo sobre o assunto.

Foram pesquisadas aproximadamente 1800 mulheres dos Estados Unidos, dentre a idade de 16 a 31 anos, então este estudo constatou que existe sim uma ligação na gestação dentre as amigas.

Fonte: Universidade de Groningem (dos Países Baixos) e a Universidade de Bocconi (Itália)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comer bacon todos os dias aumenta o risco de câncer no intestino, diz médico

Esposo pode ser o responsável pelo ganho de peso da mulher