Bolo de fubá terapêutico, tira estresse e ansiedade, receita deliciosa e calmante, aprenda

As pessoas escolhem a erva doce e há benefícios para a saúde. Antigos praticantes usavam erva-doce em remédios naturais, e a prática continua.

Pode crescer quase em qualquer lugar. Todas as partes da planta de erva-doce, incluindo o bulbo, caule, folhas e sementes, são comestíveis. Eles adicionam sabor a outros alimentos.

Saúde óssea

O conteúdo vitamínico e mineral no funcho contribui para a construção e manutenção da estrutura e força óssea das seguintes formas:

Fosfato e cálcio são importantes na estrutura óssea.
Ferro e zinco são cruciais para a produção e maturação do colágeno.
A formação da matriz óssea requer o manganês mineral.

Baixas ingestões de vitamina K têm sido associadas a um maior risco de fratura óssea.
A vitamina K é importante para a saúde, pois modifica as proteínas da matriz óssea, melhora a absorção de cálcio e pode reduzir a excreção de cálcio na urina.

Olha essa sem dúvidas é uma das melhores receitas que você vai aprender e ainda é saudável:

O que vai nesse bolo de fubá

1 colher de sopa de erva doce
Meia xícara de aveia fina, ou em flocos
Meia xícara de leite de coco
Duas colheres ( de sopa ) de fermento em pó
Um potinho (medida de 200 ml) de iogurte natural
Duas xícaras de fubá normal ou orgânico
Quatro ovos inteiros
3/4 xícara (chá) de açúcar de coco

Como fazer a receita

Coloque em um liquidificador primeiramente os ovos, e o iogurte, até virar uma pasta, por aproximadamente 3 minutos em modo forte, logo após acrescente a aveia, a erva doce, o fubá, e o açúcar de coco, bata por mais 5 minutos em modo forte.

Desligue o liquidificador, acrescente o fermento e apenas misture por completo com uma colher. Unte uma forma com margarina ou azeite e farinha, e coloque a mistura, asse em uma temperatura de 160*C por 50 minuto (ou claro sempre dê aquela olhadinha, pois vária muito de forno, para forno.)

Mais uma dica: Manter uma baixa ingestão de sódio é essencial para reduzir a pressão arterial, mas o aumento da ingestão de potássio pode ser tão importante por causa de seu papel na vasodilatação, a dilatação e contração dos vasos sanguíneos.

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição (NHANES), menos de 2% dos adultos americanos atendem à recomendação diária de 4.700 mg de potássio.

Além disso, há evidências de que o potássio, o cálcio e o magnésio diminuem a pressão arterial naturalmente. Todos estes estão presentes no funcho.

Nitratos dietéticos presentes na erva-doce e outros alimentos têm propriedades vasodilatadoras e vasoprotetoras. Por causa disso, eles ajudam a baixar a pressão arterial e proteger o coração.

Um estudo de 2014 descobriu que os níveis de pressão arterial foram menores depois de tomar suplementos de nitrato.

Bom para a saúde do coração

Toda a fibra, o potássio, o folato, a vitamina C, a vitamina B-6 e o ​​teor de fitonutrientes no funcho, juntamente com a falta de colesterol, contribuem para a saúde do coração.

A erva doce contém quantidades significativas de fibra. Fibra diminui o risco de doença cardíaca, pois ajuda a reduzir a quantidade total de colesterol no sangue.

O potássio parece promover a saúde do coração. Em um estudo, pessoas que consumiram 4.069 mg de potássio por dia tiveram um risco 49% menor de morte por doença cardíaca isquêmica em comparação com aqueles que consumiram cerca de 1.793 mg por dia.

A vitamina B6 e o ​​folato previnem o acúmulo de um composto chamado homocisteína, convertendo-o em um composto diferente, a metionina. Quando quantidades excessivas de homocisteína se acumulam, pode danificar os vasos sanguíneos e causar problemas cardíacos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segura o cheiro de PUM, marca lança linha de roupas íntimas e calças para isso

Receita do Bolo de laranja sem lactose e glúten, delícioso e saudável, aprenda