Caminhar torna o cérebro mais criativo e pode curar muitas dores

Não importa o motivo, a corrida é um hábito saudável e que pode fazer parte de todas as fases da vida, mas começar a correr e não parar mais pode ser um problema quando falta motivação ou constantes dores e lesões aparecem.

Por isso, selecionamos algumas dicas para você driblar esses problemas e tornar a corrida um hábito!

Uma pesquisa compreendeu quatro experimentos envolvendo 176 estudantes universitários e outros adultos que completaram tarefas comumente usadas por pesquisadores para avaliar o pensamento criativo.

Os participantes foram colocados em diferentes condições: andando em uma esteira ou sentados dentro de casa – ambos de frente para uma parede em branco – e andando ao ar livre ou sentados ao ar livre enquanto estavam sendo empurrados em cadeira de rodas – ambos ao longo de um caminho pré-determinado no campo.

Os pesquisadores colocaram os participantes sentados em uma cadeira de rodas do lado de fora para apresentar o mesmo tipo de movimento visual que a caminhada.

Diferentes combinações, como duas sessões consecutivas sentadas, ou uma sessão de caminhada seguida por uma sentada, também foram comparadas.

As sessões de caminhada ou de sessão usadas para medir a criatividade duraram de 5 a 16 minutos, dependendo das tarefas sendo testadas.

Três dos experimentos se basearam em um teste de criatividade “pensamento divergente”. O pensamento divergente é um processo de pensamento ou método usado para gerar ideias criativas, explorando muitas soluções possíveis.

Nestes experimentos, os participantes tiveram que pensar em usos alternativos para um determinado objeto.

Eles receberam vários conjuntos de três objetos e tiveram quatro minutos para chegar a tantas respostas quanto possível para cada conjunto. Uma resposta foi considerada nova se nenhum outro participante do grupo a usou.

Os pesquisadores também avaliaram se uma resposta era apropriada. Por exemplo, um “pneu” não pode ser usado como um anel mindinho.

A esmagadora maioria dos participantes nesses três experimentos foram mais criativos enquanto caminhavam do que sentados, descobriu o estudo. Em um desses experimentos, os participantes foram testados em ambientes fechados – primeiro enquanto estavam sentados, depois andando em uma esteira.

A produção criativa aumentou em média 60% quando a pessoa estava andando, de acordo com o estudo.

Um quarto experimento avaliou o resultado criativo medindo as habilidades das pessoas para gerar analogias complexas para solicitar frases.

As respostas mais criativas foram aquelas que capturaram a estrutura profunda do prompt. Por exemplo, para o alerta “um seguro roubado”, uma resposta de “um soldado sofrendo de TEPT” capta a sensação de perda, violação e disfunção. “Uma carteira vazia” não.

O resultado: 100% das pessoas que saíram foram capazes de gerar pelo menos uma analogia de alta qualidade, comparada a 50% das pessoas sentadas dentro dela.

Prepare-se com um profissional

Para iniciantes pode ser difícil coordenar respiração, passadas, braços e mãos, postura correta e ainda correr sem parar.

Um profissional técnico de corrida pode ser excelente para você ter um acompanhamento personalizado e saber exatamente o que pode melhorar na sua forma de correr – e que tipos de treinamento pode fazer para evoluir no esporte.

Para começar, percorra distâncias pequenas

Correr mais devagar ou rápido não significa fazer treinos longos todos os dias. Comece devagar e vá aumentando a quilometragem gradativamente, principalmente se estiver acima do peso.

Aumentar de uma vez só a rodagem pode colocar um estresse indevido sobre seus músculos e articulações, aumentando sua chance de lesão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como ganhar massa e perder a gordura da barriga?

Horário de verão termina no próximo domingo dia 17 de fevereiro