Polichinelos: como fazer corretamente e benefícios únicos para emagrecer

Talvez você veio, especialmente para saber o que é realmente polichinelos, este treino é um exercício eficiente para todo o corpo que você pode fazer em praticamente qualquer lugar de sua casa ou em uma praça.

O treino faz parte do que é chamado de pliometria ou o simples treinamento de salto. A chamada pliometria é uma combinação de exercícios aeróbicos e trabalho de bastante resistência. E ainda este tipo de exercício trabalha com seu coração, os pulmões e todos músculos ao mesmo tempo.

Mais em modo especial o treino de polichinelos trabalham:

– Glúteos

– Flexores do quadril

– Quadríceps

E ainda os polichinelos também trabalham nossos músculos abdominais e dos ombros.

E ainda os exercícios de polichinelos, destinam-se a ajudar os atletas a correr mais rápido e ainda pular mais alto.

É porque ocorre os pliométricos que trabalham alongando rapidamente os músculos (fase excêntrica) e encurtando-os mais rapidamente (fase concêntrica).

Saiba que ainda existem outros exemplos de exercícios pliométricos:

– Saltos de caixa

– Saltos de estocada

– Saltos de agachamento

Os exercícios de polichinelos podem ser uma boa alternativa para o registro de milhas em uma esteira ou em uma bicicleta ergométrica.

Geralmente esses exercícios ajudam a aumentar sua frequência cardíaca, e ainda os polichinelos também fazem com que você mova seu corpo para fora do seu plano normal ao seu movimento.

Fazendo isso ao tributar os músculos dessa maneira, o movimento pode se tornar ainda mais explosivo, ganhando muita força e ainda mais agilidade em esportes que exigem movimento multidirecional.

Quantas calorias se queima em um exercício?

Uma mulher de aproximadamente 50 quilos fazendo apenas uma sessão de dois minutos (aproximadamente 100 execuções de repetições) ao polichinelos pode queimar cerca de 21 calorias.

Ou seja, fazer polichinelos por um total de 10 minutos divididos em surtos ao longo do dia, pode te ajudar a queima de 94 calorias no total.

O exercício tem algum risco?

O treino de polichinelos e outros exercícios pliométricos estão sempre associados a um risco de lesão, principalmente nas articulações da parte inferior do corpo, como o joelho e tornozelo.

Ou seja, como na maioria dos exercícios, o risco é maior se você não começar com um nível básico de força e condicionamento, explicando melhor, se você é um iniciante, vá devagar nos exercícios, e faça menos repetições, com um tempo, você irá ganhando mais resistência, e habilidade.

E ainda vale ressaltar que se você tiver problemas nas articulações, lesões musculares ou outros problemas de saúde, consulte seu profissional médico antes de iniciar esse programa, e ainda nessas condições, procure um profissional de educação física, para um melhor movimento nas execuções, e não se machucar.

Sempre a maioria das pessoas podem fazer os exercícios pliométricos com segurança, como os polichinelos. Isso sempre inclui crianças, adolescentes e atletas de longa data.

Abaixo, preparamos algumas execuções fáceis de se fazer em casa!

1 – Você pode começar com as pernas esticadas e os seus braços ao lado do corpo.

Pule para cima e afaste os pés além da largura dos seus quadris, colocando os braços acima da cabeça, quase se tocando.

Logo após, pule novamente, abaixando os seus braços e juntando as pernas. Logo após, retorne à sua posição inicial.

2 – Existem algumas mudanças que você pode fazer para aumentar a intensidade dos seus polichinelos. Para o treino de agachamento, faça o isso:

– Procure começar fazendo alguns polichinelos básicos.

– Logo em seguida, abaixe-se em uma posição mais agachada, com suas pernas ainda mais largas que a largura dos ombros e os seus dedos dos pés virados para fora.

Coloque também as mãos atrás da cabeça enquanto continua a pular, como se estivesse agachando um macaquinho básico.

Abaixo, colocamos um treino muito legal em vídeo, para você fazer em casa, com a Carol Borba!

Créditos para o conteúdo: Canal do Youtube (Carol Borba)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Danette fit: opção saudável para comer sem culpa

Exercícios com uma cadeira para emagrecer, aprenda